Luís José Martins

Músico - intérprete, criador, arranjador e improvisador. Desenvolve o seu trabalho entre a música popular e a música contemporânea. Membro dos projectos Deolinda, Almost a Song, Powertrio e Turba Multa. Tem composto em parceria com Pedro da Silva Martins canções para intérpretes como António Zambujo, Ana Moura, Cristina Branco, Mariza, Hélder Moutinho, etc. Estudou guitarra clássica em Lisboa, Paris, Orléans e Castelo Branco, tendo a licenciatura neste instrumento, e com o mestre uruguaio Betho Davezac, com quem obteve o Diplôme de Perfectionnement (Conservatoire de Meudon/Paris).

Next

Norberto Lobo

É do tipo de músicos que parece inventar tradições sozinho. E, daqueles aparecidos em Portugal nos últimos anos, não há muitos que concentrem assim tanta admiração e carinho. Porque o que Norberto faz à guitarra é um exorcismo. E nos momentos em que o ouvimos, com a vida a acontecer pelo meio, é como se nos garantisse que tudo irá correr bem.

Next

18 de Junho — Beirã-Marvão, Train Spot

Prémios Turismo do Alentejo 2014 (Melhor Turismo Rural)

Alojada na histórica estação ferroviária de Marvão/Beirã, criada no séc.XIX e classificada como Património Arquitectónico, na Train Spot Guesthouse todos os viajantes de coração jovem vivem a experiência de sonhar e acordar numa estação da era industrial, com a envolvência do Parque Natural da Serra de S. Mamede, em contacto direto com a cultura raiana, a um passo da fronteira entre Portugal e Espanha.

www.trainspot.pt
Next

19 de Junho — Sousel, Praça de Touros

Sousel é um concelho empenhado em criar uma imagem de marca cultural e em assinalar a sua diferença num território com enorme potencial artístico/cultural/turístico como é o Alentejo. A praça de touros de Sousel é uma das duas mais antigas de Portugal, quem se não mesmo a mais antiga. Um espaço que pela sua arquitectura e geolocalização tem tudo para ser um palco memorável para eventos culturais.

Next

23 Junho — Évora, Feira de S. João

Depois de na primeira edição o Guitarras ao Alto ter estado em Beja e Portalegre, chegar a Évora e poder contribuir para o imenso potencial cultural e turístico da Capital do Alentejo e Património Mundial da UNESCO, é um sonho tornado realidade. E abrir a Feira de S. João é um privilégio ainda maior.