Loading...
Home 2018-05-25T17:48:02+00:00

2018

O Guitarras ao Alto regressa em 2018 para a sua 4ª edição, com Francisca Cortesão e Mariana Ricardo, que vão levar um espectáculo especial em itinerância pelo Alentejo, entre 30 de Maio e 3 de Junho. Tal como nas edições anteriores, os concertos vão acontecer em espaços que valorizam o património e a paisagem, sempre com um copo de vinho na mão. Sintam a boa energia que elas vão transmitir neste vídeo gravado na Antena 3.

A novidade desta edição é o patrocínio oficial dos vinhos Herdade de São Miguel, da Casa Relvas, um dos principais produtores de vinhos do Alentejo, empenhado, ativamente, na promoção e divulgação da cultura e tradição alentejanas.

O cartaz é da autoria do designer José Mendes, com fotos de Vera Marmelo.

Mais sobre o Guitarras ao Alto

As artistas

Francisca Cortesão

Nasceu no Porto em 1983. Cantora, compositora e multi- instrumentista, desde 2006 que tem em Minta & The Brook Trout o seu principal projecto.

É também co-fundadora dos They’re Heading West. Tem ao longo dos anos colaborado, com voz e guitarras, em concertos e gravações de Walter Benjamin, B Fachada, David Fonseca, Márcia, Sérgio Godinho, Tape Junk, Bruno Pernadas e Lena D’Água. Em 2018 foi convidada a compor para o Festival da Canção.

Minta & The Book Trout

They’re Heading West

Mariana Ricardo

Nasceu em 1980 em Lisboa. Divide-se entre a música independente e o cinema. Iniciou a actividade musical em 1994 participando em diversos projectos, com destaque para Pinhead Society e München.

Compôs e interpretou bandas sonoras para filmes de João Nicolau, Manuel Mozos e Miguel Gomes. Trabalha como argumentista desde 2005, tendo já co-assinado argumentos para filmes destes mesmos realizadores. Actualmente integra as bandas They’re Heading West, The Secret Museum of Mankind, Silence is a Boy e Minta & The Brook Trout.

Minta & The Book Trout

They’re Heading West

Datas e Locais

30 de Maio

Estremoz / Claustro do Convento das Maltezas/Centro Ciência Viva

21h30

Pela segunda vez, a cidade onde reside o organizador do evento acolhe o Guitarras ao Alto. E novamente no Convento das Maltezas, um dos edifícios mais emblemáticos e centrais de Estremoz, que hoje alberga o Centro Ciência Viva. Monumento Nacional desde 1924, começou por ser o Convento de São João da Penitência; foi depois o único local de retiro dos Cavaleiros de Rodes em Portugal, integrados mais tarde na Ordem de Malta; serviu ainda de sede de clausura de freiras dessa Ordem a partir do século XVI; até já foi o Hospital da cidade.

Município de Estremoz

31 de Maio

Avis / Claustro do Convento de S. Bento de Avis

21h30

A convite da Câmara Municipal de Avis, pelo segundo ano consecutivo, o Guitarras ao Alto vai ocupar de novo o convento e o orgulho patrimonial da vila, que data do Séc. XIII, esteve na origem da dinastia de Avis e foi sede de uma das ordens militares mais poderosas do País. É um dos monumentos da História de Portugal, que hoje alberga o Centro Interpretativo da Ordem de Avis e o Museu do Campo Alentejano.

Município de Avis

1 de Junho

Beirã-Marvão / Trainspot

21h30

O Trainspot já é uma das imagens de marca do Guitarras ao Alto. Pela 3ª vez consecutiva vamos subir à antiga estação de comboios da Beirã-Marvão, para ser recebidos pela hospitalidade, simpatia e amizade da guesthouse de Lina e do Eduardo, e por todo o público daquele Alto Alentejo que tão bem nos tem recebido.

Trainspot guesthouse

2 de Junho

Redondo / Herdade de São Miguel

A partir das 16h

A Herdade de São Miguel, localizada entre Redondo e São Miguel de Machede, é anfitriã de um dos espetáculos Guitarras ao Alto, onde será preparado um evento único, do meio da tarde ao pôr do sol, integrado na vinha e na natureza. Com comes e bebes, passeios pela herdade, tradições culturais como a olaria, cante alentejano, provas de vinho e outras surpresas, num dia que promete ser inesquecível.

Herdade de São Miguel

3 de Junho

Crato / Pousada Flor da Rosa

19h

O Município do Crato e a Pousada Flor da Rosa deram-nos a honra de receber pela primeira vez o Guitarras ao Alto. A Pousada situa-se no antigo Mosteiro de Flor da Rosa, mandado construir em 1356 por D. Álvaro Gonçalves Pereira, primeiro Prior do Crato e pai do Santo Condestável, D. Nuno Álvares Pereira, e onde, segundo historiadores este nasceu. Não podia, pois, ser um espaço mais carregado de história e de magia, como a música que ele vai receber naquele final de tarde primaveril.

Município do Crato

Pousada Flor da Rosa

Parceiros e Apoios

Reservar bilhetes